Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe
+239 2223455

Visita de sua Eminência Fernando Cardeal Filoni a São Tomé e Príncipe

Cardeal Fernando Filoni

Depois de quase 30 anos do Papa São João Paulo II ter beijado as terras sagradas das ilhas umbigo do mundo, voltamos a ter uma visita do Vaticano. Agora na pessoa do Cardeal Filoni, Prefeito da Congregação para a a Evangelização dos Povos, que chegará na primeira hora da segunda-feira, dia 19 de novembro corrente.

Cardeal Filoni, Responsável pela propagação da fé, é enviado do Papa Francisco em em visita pastoral dentro das celebrações dos cinquenta anos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe (CEAST).  

Sé catedral, onde decorrerá a missa 17:30H do dia 19-11-2018

Os milhares de católicos são-tomenses aguardam com expectativa a visita pastoral do “Vaticano” à sua Diocese. É mais uma opurtunidade de comunicar, mesmo que indirectamente, ao Vigário de Cristo as nossas preocupações para com a Igreja e os cristãos em geral. A nossa solidariedade e seguimento ao próprio Papa Francisco que sabemos preside a caridade e merece toda a caridade e atenção da nossa parte.

Esta expectativa se pode colher das palavras do padre Miguel Lino, segundo qual “sendo ele (o Cardeal) o responsável pela Propagação da fé ou seja da Evangelização dos povos, tem essa missão de fazer essa visita”. E como “o enviado especial do Santo Padre, vem justamente para mostrar essa comunhão eclesial e sobretudo fortificar os seus irmãos na fé.”   Padre Miguel é pároco, natural de Angola, missionário claretiano com presença nas Ilhas há vários anos, portanto, representa diversas visões cristãs desta visita.

Como o padre acima, esperamos todos mensagens pastorais de fé e encorajamento para a Missão nesta pequena em dimensões mas grande Diocese face aos desafios que se colocam a Igreja local, às famílias, aos jovens, aos sacerdotes e missionários e ao Bispo em si. Como essas:

“Com grande confiança, conto com cada um de vocês – sacerdotes, religiosos e religiosas – para renovar o processo de evangelização desta terra e dar vida a uma Igreja onde ressoe a alegria do Evangelho”. 

Pronunciadas em Angola no primeiro encontro desta sua visita pastoral e comemorativa dos 50 anos da CEAST. E enviaremos os nossos rogos de que seja dada mais atenção a este recanto do imenso povo de Deus.

Aqui deixamos o audio cortesia da VaticanNews