Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe
+239 2223455

Papa Francisco responde à carta de ativista adolescente dos EUA

Através do assessor da Secretaria de Estado do Vaticano, o Papa Francisco respondeu à carta-aberta escrita por Genesis Butler, de 12 anos, ativista pela proteção do meio ambiente. A adolescente é a porta-voz de uma campanha que destaca o impacto da pecuária sobre o aquecimento global do planeta.

O Papa Francisco respondeu ao e-mail e à carta aberta escrita por Genesis Butler, ativista de 12 anos pela proteção do meio ambiente, publicada contemporaneamente na imprensa mundial. O próprio site que conduz a campanha sem fins lucrativos, intitulada Million Dollar Vegan (“Vegano de 1 Milhão de Dólares”, na tradução livre), divulgou a resposta do Pontífice, assinada pelo assessor de Assuntos Gerais da Secretaria de Estado do Vaticano, Mons. Paolo Borgia, e datada de 22 de fevereiro, assim redigida:

“Sua Santidade, o Papa Francisco, recebeu a sua carta e me pediu de agradecê-la. Aprecia as preocupações sobre o cuidado por este planeta, a nossa Casa Comum, que a motivaram a escrever a ele. O Santo Padre irá recordá-la nas suas orações, e envia a sua bênção.”

O apelo da ativista

A carta de Genesis fazia um apelo ao Papa ao pedir que escolhesse de fazer uma “Quaresma vegana” para “ajudar a combater as mudanças climáticas com um mudança alimentar”. A proposta, que faz parte de uma campanha que incentiva líderes mundiais, virou uma petição com mais de 80 mil assinaturas, desde pesquisadores a celebridades, como o ex-Beatle Paul McCartney, o músico Moby e os atores Joaquim Phoenix e Brigitte Bardot.

A campanha global foi lançada simultaneamente no início de fevereiro em 15 países e quer destacar os impactos da pecuária sobre o aquecimento global, divulgando que é uma das principais causas dos desmatamento e da perda de biodiversidade.

Genesis Butler no Vaticano

Em 20 de fevereiro, a adolescente ativista esteve no Vaticano, participou da tradicional Audiência Geral de quarta-feira e entregou a carta ao Pe. Paweł Ptasznik, responsável da seção polonesa da Secretaria de Estado do Vaticano, para ser o mensageiro com o Papa. Na reunião com o sacerdote, Genesis expôs os detalhes da campanha e discutiu sobre “as esperanças de combater as mudanças climáticas e ajudar os animais”, disse ela.

Uma segunda proposta da campanha é o Papa Francisco aceitar receber Genesis no Vaticano para uma refeição vegana (baseada em vegetais, livre de todos os alimentos de origem animal, como carne, laticínios, ovos e mel), durante o período da Quaresma, para discutir as preocupações da ativista. Aceitando o convite, a campanha doaria 1 milhão de dólares para uma ou mais instituições sociais escolhidas pelo Papa. A quantia seria paga pela Fundação Internacional Blue Horizon, dos Estados Unidos. Se Francisco preferir não aceitar a doação para a caridade, a atitude também será recebida com gratidão pelos envolvidos na campanha.

Andressa Collet – Vatican News