Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe
+239 2223455

Núncio Apostólico cessa missão em Angola e São Tomé e Príncipe

Os Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé agradecem o trabalho desenvolvido por D. Petar Rajic nestes anos de representação diplomática em Angola e São Tomé.

 

 

A notícia foi tornada pública no último sábado, 15 de junho, dia em que o Prelado completava quatro anos como Núncio Apostólico em Angola e São Tomé e Príncipe. Dom Petar Rajic cessa as suas funções em Angola e São Tomé e Príncipe, e é transferido para a Lituânia. Em Angola o representante do Santo Padre desenvolveu várias atividades pastorais, visitando diversas paróquias, interagiu com os fiéis e constatou diretamente as condições existentes nas mais variadas comunidades religiosas.

Trabalho para mitigar efeitos da seca

No plano político e social o diplomata da Santa Sé encorajou, por exemplo, o executivo angolano a materializar os programas que visam mitigar os efeitos da seca que afeta fortemente a região sul de Angola.

Bispos exprimem gratidão

Os Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), que se encontram em Roma na tradicional visita Ad Limina, já reagiram à transferência de Dom Petar Rajic. Na voz do porta-voz da CEAST, Dom Belmiro Chissengueti, os Bispos exprimiram gratidão a Dom Petar Rajic, pelos quatro anos de missão em Angola e São Tomé, vividos fundamentalmente na partilha da fé e oração.

Dom Petar Rajic nasceu em Toronto, Canadá, a 12 de junho de 1959, foi ordenado sacerdote no dia 29 de junho de 1987 e incardinado na Diocese de Trebinje-Mrkan, atualmente em Bósnia-Herzegovina. Iniciou o serviço diplomático da Santa Sé no dia 1 de julho de 1993, desempenhando a sua atividade sucessivamente, nas seguintes representações pontifícias: Irão, Lituânia e na Secretaria de Estado da Santa Sé, no Vaticano.

Orações pelo novo Núncio

Enquanto se aguarda pelas cerimónias oficiais de despedida, aos fiéis lhes é pedido orações, para que “Jesus Cristo, Bom e Eterno Pastor”, nomeie um novo Núncio Apostólico para Angola e São Tomé.

 

Fonte: Vatican News