Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe
+239 2223455

Colaboração Missionária entre as Dioceses de São Tomé e Príncipe e Aveiro

No seguimento ao Projeto de Colaboração Missionária entre a Diocese de Aveiro e a Diocese de São Tomé e Príncipe e, após a partida do Pároco de Oliveira do Bairro e Palhaça, Pe. Francisco Melo, para a Ilha de Príncipe, o Pe. Acácio Cruz Pires foi nomeado Colaborador Paroquial em Oliveira do Bairro, na presença do nosso Bispo Diocesano, D. Manuel António dos Santos.

«O missionário vive a coragem do Evangelho sem demasiados cálculos, às vezes indo inclusive além do bom senso comum, porque impulsionado pela confiança depositada exclusivamente em Jesus». (Papa Francisco)

 

No seguimento ao Projeto de Colaboração Missionária entre a Diocese de Aveiro e a Diocese de São Tomé e Príncipe e, após a partida do Pároco de Oliveira do Bairro e Palhaça, Pe. Francisco Melo, para a Ilha de Príncipe, o Pe. Acácio Cruz Pires foi nomeado Colaborador Paroquial em Oliveira do Bairro, na presença do nosso Bispo Diocesano, D. Manuel António dos Santos.

Segundo o Decreto de Nomeação Diocesana, o Bispo de Aveiro, D. António Ramos Moiteiro, refere que “para concretizar alguns dos desafios que nos foram lançados ao longo do Ano Missionário, as Dioceses de Aveiro e de S. Tomé e Príncipe, na pessoa dos seus Bispos, iniciaram um trabalho de colaboração no qual o sacerdote diocesano Pe. Francisco José Rodrigues de Melo foi enviado para a ilha do Príncipe e o Pe. Acácio da Cruz Pires, do presbitério de São Tomé e Príncipe, vem para ser uma presença missionária nas nossas comunidades cristãs.”

O Pe. Francisco Melo já se encontra em terras são-tomenses desde o último dia 31 de dezembro de 2019 onde, em no dia 4 de Janeiro de 2020 assumiu a Paróquia de N. S. da Conceição, no Príncipe, como Administrador Paroquial.

Ao Pe. Francisco Melo e ao Pe. Acácio Pires desejamos um fecundo trabalho nesta nova missão que lhes são confiadas.

A eles, a nossa gratidão pela disponibilidade e as nossas orações para que ambos sejam a imagem de Cristo Bom Pastor nas Comunidades que agora lhes são confiadas.