Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe
+239 2223455

Bispo Emite Comunicado sobre as Celebrações Pascais

Comunicado do Bispo Diocesano sobre as Celebrações Pascais deste ano de 2020. Como nos encoraja o senhor Bispo, continuemos este "tempo santo tempo da Quaresma, vivido no deserto de uma fé rezada na família, mas olhando com esperança o futuro. A ressurreição há-de chegar".

Perante o prolongamento da situação de emergência sanitária decretada pelo governo santomense, comunicamos o seguinte:

  1. Mantem-se a situação actual das Igrejas fechadas para celebrações públicas e suspendem-se todos os actos públicos devocionais, como as procissões do Encontro e do Enterro do Senhor, bem como via-sacras e retiros.

  1. DOMINGO DE RAMOS: os párocos poderão passar pelas ruas a benzer os ramos, que as pessoas poderão colocar nas portas ou janelas, celebrando a Eucaristia nas Igrejas, à porta fechada. Teremos a Eucaristia transmitida pela televisão (TVS), a partir da Igreja da Conceição, às 7 horas. A bênção dos ramos feita nessa Eucaristia será extensiva aos ramos que as pessoas tenham em casa. O mesmo se diga das missas transmitidas pela Rádio Jubilar. Na Eucaristia, use-se a fórmula da entrada solene, dentro da Igreja.

  1. A Missa Crismal vamos adiá-la para data a indicar posteriormente.

  1. Tríduo Pascal: Tendo em conta a nossa realidade e as orientações vindas da Santa Sé, decidimos:

A fim de podermos transmitir, via TVS, as cerimónias do Tríduo Pascal, iremos centrar as mesmas celebrações, na cidade de São Tomé, na Igreja da Conceição.

QUINTA FEIRA SANTA: Na tarde deste dia, iremos manter nas Igrejas paroquiais, na medida do possível, a celebração da Ceia do Senhor, sem presença do povo, omitindo-se o lava-pés e a transladação do Santíssimo, já que não pode haver adoração pública. Transmitiremos a Missa da Ceia do Senhor, via TVS, a partir da Igreja da Conceição, às 18 horas.

Na SEXTA FEIRA SANTA, os párocos celebrem a Paixão do Senhor, também sem povo e sem o tradicional beijo da cruz, apenas apresentação e adoração. Na Oração Universal, o Bispo Diocesano terá o cuidado de acrescentar uma intenção especial pelos doentes, pelos defuntos e por todos quantos sofrem com a situação que o mundo está a viver. Transmitiremos da Sé, via TVS, esta celebração, às 16 horas.

SÁBADO SANTO: Pode celebrar-se as Laudes, na parte da manhã, com as Irmãs. A Vigília Pascal celebre-se apenas nas Igrejas Paroquiais, na medida do possível, sempre com as Igrejas fechadas, sem ajuntamento de povo. Omite-se o acender do fogo, acende-se o círio e segue-se o Precónio Pascal (Exsultet). Segue-se a “Liturgia da Palavra”. Para a “Liturgia baptismal”, apenas se renovam as promessas baptismais. Segue-se a “Liturgia Eucarística”.

Iremos transmitir, via TVS, a partir da Igreja da Conceição, a Vigília Pascal, às 21 horas.

DOMINGO DE PÁSCOA. Missa sem povo, nas Igrejas Paroquiais. Transmitiremos, como é habitual aos Domingos, a Eucaristia pela TVS, às 7 horas, a partir da Igreja da Conceição.

Continuação de um santo tempo da Quaresma, vivido no deserto de uma fé rezada na família, mas olhando com esperança o futuro. A ressurreição há-de chegar. Por todos e com todos rezo ao Deus da vida.

O vosso Bispo

+ Manuel António Mendes dos Santos, cmf