Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe
+239 2223455

História

Dioecesis Sancti Thomae in Insula

 

CRIAÇÃO:

  • De jure: 31/01/1533 – Bula de Clemente VII, que não chegou a assinar por falecimento inesperado. 
  • De facto: 03/11/1534 – Bula Equum Reputamus do Papa Paulo III, com valor retroactivo.

POPULAÇÃO: 201.784 habitantes (Censo de 2018)

CATÓLICOS: 132.000

PATRONO DA DIOCESE: S. Tomé, Apostólo – Celebrado a 21 de dezembro por concessão da Santa Sé Apostólica.

TITULAR DA SÉ CATEDRAL: Nossa Senhora da Graça – Celebrada a 25 de março.

A ilha de São Tomé terá sido descoberta por João de Santarém e Pero de Escobar, no dia do Apóstolo São Tomé 21 de Dezembro no calendário litúrgico antigo, em 1470. No dia 17 de Janeiro de 1471, terão chegado à Ilha do Príncipe, a que deram o nome de Santo Antão. do mesmo ano deram com Santo Antão.

O povoamento da Ilha de São Tomé teve início efectivo com Álvaro de Caminha, em 1493. Em 1500, a capitania da Ilha passou para Fernando de Melo, que incentiva a criação de estruturas eclesiásticas. Quatro anos depois, já estava erecta a primeira freguesia em território são-tomense, com o título de Nossa Senhora da Graça. O culto e pastoreio foi entregue aos missionários Eremitas de Santo Agostinho ou Cónegos de Santo Elói.

As ilhas ficaram sob a jurisdição do vigário de Tomar nullius dioecesis, até à criação da diocese do Funchal, em 1514.

A instâncias de Dom João III, vendo a expansão dos descobrimentos, o papa Clemente VII decidiu erigir as dioceses de São Miguel dos Açores (a atual Angra do Heroísmo), Santiago de Cabo Verde (hoje diocese da Praia), São Tomé e Príncipe e Goa. Não Chegou a expedir as respectivas bulas por ter falecido. Com a eleição do Papa Paulo III, o rei conseguiu a ereção de uma diocese em São Tomé. A mesma é criada pela bula Aequum reputamus, de 3 de Novembro de 1534, e abrangia a ilha do mesmo nome, a do Príncipe (então denominada Santo Antão), Fernando Pó, Ano Bom, Santa Helena e a costa de África, desde o Cabo das Palmas (actual Libéria), até ao Cabo das Agulhas (África do Sul, lugar onde se encontram as águas do Atlântico e do Índico), passando pelo Cabo da Boa Esperança.

A nova Diocese ficou sufragânea, sucessivamente, das Dioceses do Funchal, Lisboa, São Salvador da Bahia (Brasil), de Lisboa (segunda vez) e, por último, a partir de 1940, da Arquidiocese de Luanda. O elenco dos seus bispos conta vinte e oito nomes, tendo o último titular falecido em 1800.

A partir desta data, a Diocese foi governada por Vigários Gerais até que, em 1940, o Arcebispo de Luanda foi nomeado cumulativamente Bispo de São Tomé. De 1966 até 1984, a Diocese de São Tomé foi governada por Administradores Apostólicos, tendo sido eles D. Manuel Nunes Gabriel (1966-1980) e Mons. João de Freitas Alves, cmf (1980-1984).

Com o falecimento repentino do último Administrador Apostólico, a Diocese foi confiada a um Administrador Diocesano, Pe. Alberto Rosado Fileno, cmf, até que, em 21 de dezembro de 1984, a sede foi provida por um novo Bispo residencial, na pessoa de D. Abílio Rodas Ribas.

Os principais evangelizadores das Ilhas de São Tomé e Príncipe foram os Agostinhos, os Franciscanos, os Carmelitas, os Capuchinhos, os membros da Sociedade Missionária Portuguesa e os Missionários Claretianos. Os sacerdotes autóctones foram bastante numerosos na primeira metade do século XIX: tratava-se de sacerdotes formados no Brasil, filhos de são-tomenses que, na altura da independência (1822), não quiseram perder a sua nacionalidade.

Atualmente a Diocese abrange o território nacional de São Tomé e Príncipe, numa área total de 1001 km², num total de 194.000 habitantes, com 127.600 católicos, ou seja, 65.8% da população distribuída por 12 paróquias. Embora o patrono da Diocese seja São Tomé Apóstolo, cuja festividade é celebrada no dia 21 de dezembro, a titular da Sé Catedral é Nossa Senhora da Graça, com comemoração obrigatória no dia 25 de março.

D. Manuel António Mendes dos Santos, CMF é o seu Bispo Diocesano desde 1 de dezembro de 2006, fazendo parte da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe.

Lista dos Bispos da diocese: 

  • Diego de Ortiz de Vilhegas † (31 Jan 1533 Appointed – 24 Sep 1540 Appointed, Bishop of Ceuta)
  • Bernardo da Cruz, O.P. † (24 Sep 1540 Appointed – 28 Apr 1553 Resigned)
  • Gaspar Cão, O.S.A. † (6 Jul 1554 Appointed – 25 Aug 1574 Died)
  • Martinho de Ulhoa, O. Cist. † (29 Jan 1578 Appointed – 1592 Resigned)
  • Francisco de Villanova, O.F.M. Obs. † (17 Feb 1592 Appointed – 25 Dec 1602 Died)
  • Antonio Valente, O.P. † (30 Aug 1604 Appointed – 1608 Died)
  • Jeronimo Quintanilla, O. Cist. † (21 Feb 1611 Appointed – 1614 Died)
  • Pedro de São Agostinho Figueira de Cunha Lobo, O.S.A. † (26 Oct 1615 Appointed – 16 May 1620 Died)
  • Francisco do Soveral, O.S.A. † (5 Oct 1623 Appointed – 8 Feb 1627 Appointed, Bishop of Angola e Congo)
  • Domingos de Assumpção, O.P. † (1 Mar 1627 Appointed – Oct 1632 Died)
  • Manoel a Nativitate do Nascimento, O.S.H. † (16 Apr 1674 Appointed – 1677 Died)
  • Bernardo de Santa Maria Zuzarte de Andrade, C.R.S.A. † (30 Aug 1677 Appointed – 1680 Died)
  • Sebastião de São Paulo, O.F.M. † (9 Jun 1687 Appointed – 1690 Died)
  • Timóteo do Sacramento, O.S.P.P.E. † (2 Jan 1693 Appointed – 17 Dec 1696 Appointed, Bishop of São Luís do Maranhão)
  • Antonio da Penha de França, O.A.D. † (5 Oct 1699 Appointed – 1702 Died)
  • João de Sahagún, O.A.D. † (22 Jul 1709 Appointed – 12 Oct 1730 Died)
  • Leandro de Santo Agostinho da Piedade, O.A.D. † (3 Sep 1738 Confirmed – 1740 Died)
  • Tomas Luiz da Conceição, O.A.D. † (26 Nov 1742 Confirmed – 1744 Died)
  • Ludovico Das Chagas (des Saint Plaies), O.E.S.A. † (15 Dec 1745 Confirmed – 1747 Died)
  • Antonio Nogueira † (29 Jan 1753 Confirmed – 1758 Died)
  • Vicente do Espirito Santo, O.A.D. † (1 Mar 1779 Confirmed – 25 Nov 1782 Resigned)
  • Domingo do Rosario, O.P. † (16 Dec 1782 Confirmed – 1788 Died)
  • Rafael de Castello de Vide, O.F.M. Ref. † (12 Sep 1794 Confirmed – 17 Jan 1800 Died)
  • Cayetano Velozo, O.F.M. Ref. † (24 May 1802 Confirmed – Sep 1803 Died)
  • Custodio de Santa Ana d’Almeida, O.A.D. † (26 Jun 1805 Confirmed – 23 Mar 1812 Died)
  • Bartholomeu de Martyribus Maya, O.C.D. † (8 Mar 1816 Confirmed – 10 Nov 1819 Appointed, Prelate of Mozambico)
  • Moisés Alves de Pinho, C.S.Sp. † (18 Jan 1941 Appointed – 17 Nov 1966 Retired)
  • Abílio Rodas de Sousa Ribas, C.S.Sp. (3 Dec 1984 Appointed – 1 Dec 2006 Retired)
  • Manuel António Mendes dos Santos, C.M.F. (1 Dec 2006 Appointed – )