Rua Pe. Martinho Pinto da Rocha São Tomé, São Tomé e Príncipe

18ª Semana – Quarta-feira – T.C.

IMG_4999

S. João Maria Vianney, Patrono dos Párocos (séc. XIX)

Mt 15, 21-28

Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel

 

Escutando esta firmação, sentimo-nos a priori desconcertados e indignados com a dureza de Jesus, que nem sequer dirige uma palavra consoladora à mulher pagã que pede insistentemente a cura para a sua filha.

Curiosamente, em vez de fazê-la desistir, a mesma dureza abre o coração da mulher.  Pois, ela sabe que está longe de Deus, mesmo não sabendo o que é a fé.

Ela só sabe porém que Jesus pode curar a sua filha e, daí clama: “Senhor, filho de David, tem compaixão de mim”. Precisa de uma grande ajuda d’Ele, e se aproxima – “Socorre-me, Senhor”.

Assim sendo, eis a prova de Jesus: “Não é justo que se tome o pão dos filhos para o lançar aos cachorros.  Ela não se importa- “É verdade, Senhor”, disse. Ademais, sabe que tem o direito, como todo sei humano, à misericórdia de Deus que excede a Lei.

A tal misericórdia é infinita, vai além da dos escribas e fariseus (cf. Mt 5, 20), e não pode ser exclusiva, isto é, limitada a Israel e negada aos outros que não fazem parte dela.

Portanto, “até os cachorros comem as migalhas que caem da mesa de seus donos”. Bastou isso para que Jesus possa decidir de ajudá-la …“Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se como desejas”.

Essa mulher entrou no coração de Jesus e rompeu a fronteira ideológica, indicando uma possível realidade a ser salva. E o que acontece, como Élian Cuvillier (pastor e teólogo francês) diz, é “o milagre do encontro. E por causa desse encontro decisivo, Jesus inaugura uma nova fase: essa mulher pagã ‘coloca Jesus no mundo’, o faz descobrir a universalidade da sua missão”.

Quanto nos identificamos com essa mulher que reza a Deus apenas para obter um milagre!  Quantas vezes também nos comportamos assim, dirigindo-nos ao Senhor apenas quando sofremos, quando a desgraça nos bate à porta! 

Mas ela foi mais longe, tendo a coragem de se questionar…, e se converteu … Agora ela, que era uma pagã cananéia, está pronta para se tornar um discípulo de Jesus e segui-Lo.

Boa meditação, caríssimos. JB

Deixe um comentário